Foto: Ilustração/Internet - O desenvolvimento acelerado da substância é um dos fatores que preocupam especialistas, despertando dúvidas sobre a sua eficácia. Até o momento, a Rússia não divulgou dados científicos sobre os testes.

Rússia registra 1ª vacina contra a Covid-19, mas resultados dos testes são pouco conhecidos

11/08/2020 11:03 - Marcelo Gris

A Rússia se tornou o 1º país do mundo a registrar oficialmente uma vacina contra o novo coronavírus (Covid-19). O anuncio foi feito pelo presidente Vladimir Putin nesta terça-feira (11/08). Apesar da boa notícia, os resultados dos estudos técnicos sobre a imunização são pouco conhecidos pela comunidade científica.

 

Autoridades russas disseram que profissionais da área médica, professores e outros grupos de risco serão os primeiros a serem vacinados. A produção em grande escala começará em setembro e a aplicação em massa a partir do mês de outubro, lembrando que a vacinação será voluntária, ou seja “não obrigatória”.

 

Vale destacar que a conclusão da 1ª fase de testes da vacina russa foi anunciada há cerca de um mês. O desenvolvimento acelerado da substância é um dos fatores que preocupam especialistas, despertando dúvidas sobre a sua eficácia. Até o momento, a Rússia não divulgou dados científicos sobre os testes.

 

O governo russo enfatiza que a imunização é segura e confiável, mesmo ainda sendo necessária uma 3ª e última etapa de testes em humanos, que inclusive deve ser realizada no Brasil, além de outros países da América Latina. A Organização Mundial da Saúde (OMS) acompanha o processo de certificação.

Deixe seu comentário:

Notícias Relacionadas