Foto: Ilustração/Internet - Segundo consultores de mercado, os preços internos estão sendo afetados pelo aumento das exportações. Sendo assim, a base do problema não são os açougues ou supermercados brasileiros.

Para forçar queda de preços, campanha sugere boicote à carne bovina e viraliza também em Guaraí

13/01/2021 12:36 - Marcelo Gris

Cidades por todo o pais, incluindo Guaraí, estão aderindo ao movimento popular que sugere o boicote temporário à compra de carne bovina. A estratégia visa forçar uma possível redução dos preços pagos pelos consumidores do produto animal, mas especialistas apontam que a iniciativa pode não gerar este efeito.

 

Em Guaraí, banners e textos associados ao boicote estão sendo compartilhados principalmente através do WhatsApp, pedindo que a população deixe de comprar carne vermelha a partir de 14/01. Não é possível determinar a origem da campanha, mas sabe-se que ela vem sendo influenciada por todo o país.

 

Segundo consultores de mercado, os preços internos estão sendo afetados pelo aumento das exportações. Sendo assim, a base do problema não são os açougues ou supermercados brasileiros e o sugerido boicote pode na verdade não gerar o efeito desejado, fazendo as exportações aumentarem ainda mais.

 

Diante deste cenário, a saída individual mais eficaz é promover uma mudança de hábitos alimentares, ainda que ela venha a ser temporária. Para que isso aconteça é necessário substituir ou reduzir o consumo de proteínas animais, principalmente de carne bovina, enquanto os preços estiverem fora do habitual.

 

Campanha propagada em Guaraí

 

 

 

Leia mais sobre o assunto CLICANDO AQUI!

Deixe seu comentário:

Notícias Relacionadas