Foto: Ilustração/Internet - Dos três presos, um seria o executor, que planejava roubar o carro da vítima, o outro o receptador do celular roubado e o terceiro foi liberado após ser ouvido. Um quarto envolvido continua sendo procurado.

Para a polícia, ex-vereador morto em Guaraí teria sido vítima de latrocínio; três foram presos

09/01/2021 22:01 - Marcelo Gris

Três pessoas foram presas em Guaraí na tarde deste sábado (09/01), suspeitas de envolvimento com a morte do ex-vereador Gercival Lopez (SD), de 50 anos, ocorrida no dia anterior. Para a Polícia Civil, trata-se de um latrocínio, ou seja, roubo qualificado pela morte, mas apenas um dos envolvidos é o executor da vítima.

 

De acordo com as informações repassadas pelo delegado da Polícia Civil de Guaraí, Dr. Adriano Carrasco, o autor do crime, um jovem de 20 anos, que seria conhecido da vítima, teria planejado roubar o carro do ex-vereador para pagar uma dívida de drogas. O indivíduo teria confessado o crime logo após ser preso.

 

Em relação aos outros dois presos, um deles foi detido por ter receptado o celular roubado do ex-parlamentar. O terceiro suspeito não teria participação no crime e foi liberado após ser ouvido. Há ainda um suposto quarto envolvido, que ainda não foi localizado, apontado como o mentor da ideia de roubar o carro da vítima.

 

Ainda segundo as investigações, autor e vítima combinaram de se encontrar e entraram juntos na casa onde o crime aconteceu. A ideia inicial do autor do latrocínio era a de levar o carro e quitar sua dívida pessoal com o mentor do roubo, que teria sugerido a ação como forma de receber o que lhe era devido.

 

Com base nas investigações e no depoimento do preso, a Polícia Civil acredita que houve um desentendimento na cena do crime, isso porque o autor do latrocínio queria levar o carro da vítima, que não permitiu. A partir daí eles entraram em confronto físico, o que acabou resultando na morte do ex-vereador.

 

Gercival teve a orelha esquerda decepada por uma mordida, cortes na cabeça e no rosto. Uma banqueta de madeira foi utilizada para espanca-lo e ele ainda foi enforcado com um cinto. Vizinhos ouviram gritos e acionaram a Polícia Militar (PM), que precisou da ajuda de um chaveiro para abrir um dos portões do imóvel.

 

Crime gerou comoção

 

A morte do ex-vereador causou enorme comoção em Guaraí. Natural de Santa Isabel (GO), Gercival exerceu mandato de vereador de 2017 a 2020. Entre 2014 e 2016 o ex-parlamentar, que era professor efetivo da rede estadual e bacharel em Direito, exerceu o cargo de Secretário Municipal de Educação e Cultura.

 

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

Deixe seu comentário:

Notícias Relacionadas