Legislativo e Executivo de Guaraí definem aplicação de emendas impositivas em 2018


Foto: Divulgação - 50% das emendas impositivas que cada um dos 11 vereadores tem direito a aplicar, vão direto para a área da saúde; No total, cada parlamentar indicará pouco mais de R$500 mil no orçamento de 2018, estimado em R$72,5 milhões.

Publicado em 11/10/2017 11:30 - Categoria: Câmara dos Vereadores

Os poderes Legislativo e Executivo de Guaraí definiram nesta última segunda-feira (09/10), durante uma reunião realizada na sede da Câmara de Vereadores, detalhes que envolvem a peça orçamentária do município para o ano de 2018, estimada em pouco mais de R$ 72,5 milhões. Durante o encontro, foram definidos ainda os valores que cada um dos 11 parlamentares devem indicar para aplicação via emenda impositiva.

 

Os projetos de lei complementar que tratam sobre o orçamento do próximo ano (008 e 009/2017) estão em discussão na Câmara de Vereadores desde o último mês de agosto e a previsão é de que sejam votados até o final de novembro, lembrando que já na próxima semana, entre os dias 16 e 20 de outubro, acontece mais uma semana de sessões ordinárias da Casa de Leis, onde provavelmente as pautas devem permanecer em estudo.

 

Sobre a emenda impositiva, em vigor no município desde o ano passado, ficou definido durante a reunião que a Câmara poderá aplicar até 1,2% da receita corrente líquida do orçamento do próximo ano. O montante deverá ser gasto em obras, investimentos e despesas com a manutenção da máquina pública. Vale destacar que 50% deste recurso, estimado em pouco mais de R$500 mil para cada vereador, será aplicado exclusivamente na saúde.

 

Aproveitando a discussão sobre o orçamento e as emendas impositivas, os vereadores cobraram ainda o retorno do Cartão Alimentação, que até pouco tempo oferecia um bônus para que servidores municipais realizassem aquisição de alimentos. Durante o encontro, a prefeita Professora Lires Ferneda (PSDB) garantiu a volta do benefício nos próximos meses, com um acréscimo de 12% no valor do benefício, saltando de pouco mais de R$80,00 para R$90,00.

Compartilhe: