Foto: Ilustração/Internet - É importante não ignorar a popular “dica de ouro”, ou seja: “quando a esmola é demais o santo desconfia”.

Cuidado com os golpes por meio das redes sociais; siga a “dica de ouro” e evite os prejuízos

22/02/2021 17:36 - Marcelo Gris

Com as pessoas cada vez mais conectadas, criminosos estão investindo pesado nos golpes pela internet. Uma das principais formas de abordagem ocorre por meio das redes sociais. Para quem não tem muita experiência, todo cuidado é pouco e para quem sabe um pouco mais, é importante não ignorar a conhecida e popular “dica de ouro”, ou seja: “quando a esmola é demais o santo desconfia”.

 

A recomendação por parte da polícia e de especialistas no assunto para quem é abordado por estranhos ou até mesmo por conhecidos que solicitam valores em dinheiro de forma inesperada é categórica: “Não passe nada!”. Só transfira montantes se realmente tiver certeza absoluta do que está fazendo. Desconfie sempre e não forneça dados pessoais. Também não vale a pena puxar assunto.

 

É difícil saber exatamente quem são os golpistas, pois a grande maioria destes criminosos se esconde por trás de identidades falsas. Até mesmo os dados bancários fornecidos podem ser na verdade em nome de laranjas, alguns envolvidos diretamente na prática dos crimes e outros literalmente usados como vítimas agregadas, já que tiveram seus dados subtraídos de maneira indevida.

 

Veja um vídeo do canal TecMundo no Youtube, especializado em conteúdos sobre tecnologia. Ele mostra seis golpes mais comuns da internet. Em caso de dúvidas, é sempre bom procurar um amigo de confiança ou algum especialista no assunto. É importante ainda registrar o crime nas autoridades competentes. No Tocantins isso pode ser feito por meio da Delegacia Virtual da Polícia Civil.

 

 

Deixe seu comentário:

Notícias Relacionadas