Brasil testará em 500 pacientes novo medicamento com 94% de eficácia contra a Covid-19

Publicado em: 15/04/2020 15:03

Atualizado em: 06/07/2020 16:01

Autor: Marcelo Gris

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, anunciou nesta quarta-feira (15/04), o início dos testes com um novo medicamento que será administrado em um grupo com 500 pacientes infectados pelo novo coronavírus (Covid-19). A droga possui eficácia testada em laboratório de 94% e a expectativa é de que os resultados sejam concluídos em até 1 mês.

 

Para garantir a continuidade dos testes clínicos, e por questões de segurança, o nome do medicamento será mantido em sigilo, até que os resultados clínicos comprovem sua eficácia. Apesar disso, Pontes adiantou que o fármaco tem baixo custo, ampla distribuição em território nacional, não provoca efeitos colaterais graves e pode ser usado por pessoas de diversos perfis, incluindo crianças.

 

Foto: Divulgação/Governo Federal

Início dos testes foi anunciado nesta quarta-feira (15/04) pelo ministro Marcos Pontes.

 

“A ciência é a única arma que a gente tem para combater o vírus. A solução real dessa pandemia está na ciência”, destacou o ministro. A ideia é avaliar se o composto selecionado é eficaz e seguro para que seja recomendado como tratamento. Os testes serão realizados em 7 hospitais das Forças Armadas, localizados no Estado do Rio de Janeiro (5), em São Paulo (1) e em Brasília (1).

 

A seleção deste medicamento em questão faz parte de uma estratégia chamada de reposicionamento de fármacos, adotada por uma força-tarefa formada por 40 cientistas do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social que está ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Deixe seu comentário: