Atleta afirma ter sido chamado de “macaco” durante partida de futebol realizada em Guaraí


Publicado em 28/03/2015 19:01 - Categoria: Esportes

Uma injúria racial, possivelmente registrada durante uma partida de futebol do Campeonato Tocantinense 2015, pode causar prejuízos ao Esporte Club Guaraí (Lobão). O caso teria acontecido na tarde deste sábado (28), na derrota por 1x0 diante do Interporto. Conforme relatos, torcedores presentes no Estádio Delfinão, proferiram insultos a um dos atletas da equipe visitante.

A injúria teria sido dirigida ao zagueiro Alberto, camisa nº3 da equipe do Interporto. Questionado no final da partida, o atleta confirmou que um torcedor, que ele não soube identificar, o chamou de “macaco”, entre outros palavrões. O fato se deu durante a cobrança de um lateral no fim do 1º tempo, bem próximo da arquibancada do Estádio Delfinão, campo onde a equipe de Guaraí manda seus jogos no Campeonato Estadual de Futebol (1ª Divisão).

O arbitro da partida, Leandro Oliveira (FTF/Miracema), também confirmou que o atleta da equipe portuense teria sido ofendido e disse que iria relatar a situação em súmula, no final da partida. Em campo, a vitória acabou sendo dos visitantes, que venceram pelo placar mínimo de 1x0.

A Polícia Militar chegou a ser acionada pela arbitragem da partida e foi até o local onde as possíveis injúrias raciais teriam sido proferidas, mas nenhum torcedor reconheceu que de fato elas aconteceram. Como não foi possível apontar suspeitos na ocasião, ninguém foi preso.

Lembrando ainda que o crime é tipificado no artigo 140, § 3º do Código Penal Brasileiro Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Caso o suspeito seja identificado, pode vir a ser punido com pena de reclusão (1 a 3 anos), além de multa. A pena também pode ser substituída por prestação de serviços ou outras aplicações, como a doação de cestas básicas.

Caso a Federação Tocantinense de Futebol (FTF) julgue procedente a situação, o Lobão também poderá perder mandos de campo ou sofrer punições ainda mais graves. Em 2014, por uma situação semelhante, a equipe do Grêmio de Porto Alegre chegou a ser desclassificada de uma competição nacional, depois que uma torcedora teria sido flagrada pelas câmeras de televisão, ofendendo o goleiro da equipe adversária.

Foto: Guaraí Notícias

Polícia Militar foi acionada, na tentativa de controlar os ânimos dos torcedores, ninguém foi preso.

Veja também:

28/03/2015
Após 11 jogos de invencibilidade, Lobão é derrotado jogado no Estádio Delfinão
http://www.guarainoticias.com.br/esportes-6960-apos-11-jogos-de-invencibilidade-lobao-e-derrotado-jogado-no-estadio-delfinao.html

Compartilhe: