60 custodiados da Unidade Penal de Guaraí participam de cursinho visando a prova do Encceja PPL

12/06/2021 17:06 - Marcelo Gris

Teve início neste sábado (12/06), as aulas de um cursinho preparatório que acontece na sede da Unidade Penal de Guaraí. Ao longo dos próximos meses, 60 custodiados terão a inédita chance de melhorar seus conhecimentos, visando a realização do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), focado em Pessoas Privadas de Liberdade (PPL), que acontece em outubro.

 

O cursinho é uma iniciativa dos próprios servidores da Unidade Penal. O foco é melhorar a leitura, escrita e interpretação de textos dos apenados, além de tirar as principais dúvidas sobre os conteúdos obrigatórios do exame nacional, reconhecido por oferecer uma nova chance de conquistar o sonhado diploma, isso para quem não concluiu o ensino Fundamental e Médio na idade adequada.

 

Uma das idealizadoras da ação é a policial penal Nenívea de Moura Coelho, que possui mais de 15 anos de experiência como professora. Vale destacar que a UP de Guaraí possui mais de 150 apenados. Dos 60 que toparam o desafio, se inscrevendo no cursinho preparatório, apenas os que obtiverem a nota necessária para aprovação no Encceja PPL poderão pleitear remição de pena.

 

Mais sobre o Encceja PPL

 

As inscrições para o Encceja PPL foram abertas em 07/06 e seguem até 18/06. As provas serão aplicadas nos dias 13 e 14/10, diferentemente do Encceja regular, previsto para acontecer no dia 29/08. Para pleitear o diploma de conclusão do Ensino Fundamental, é necessário ter mais de 15 anos; para quem busca o diploma do Ensino Médio, são necessários 18 anos completos.

 

Ficha técnica do projeto

 

Cursinho Preparatório Encceja PPL

Local: Unidade Penal de Guaraí

Total de inscritos: 60 apenados

Diretor da Unidade: Nurian Miranda

Chefe de Segurança: Adriano Almeida

 

Idealizadores do projeto:

Nenívea de Moura Coelho

Bruno Gomes

Adriano de Sousa Almeida

 

Obs.: Os professores do cursinho, que tem duração de 4 meses, são do “Plantão Bravo”, chefiados pelo Policial Penal Bruno Gomes.

Deixe seu comentário: