Anuncie neste site

49,4% do público alvo ainda não se vacinou contra o vírus influenza em Guaraí


Foto: Divulgação/Prefeitura de Guaraí - Entre os grupos prioritários locais, aqueles que mais preocupam são os das crianças entre 6 meses e 5 anos, seguindo das gestantes e puérperas. Nestes casos foram imunizados menos de 40% do total previsto.

Publicado em 14/05/2018 15:00 - Categoria: Saúde

Neste último sábado (12/05), milhares de unidades de saúde em todo o país estiveram mobilizadas para a realização do “Dia D” de vacinação contra o vírus influenza. Em Guaraí, conforme dados disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde, 49,4% do público alvo ainda não se vacinou, lembrando que a campanha segue aberta até o próximo dia 1º de junho.

 

Em 2016, quando o Brasil enfrentou uma das piores epidemias da doença, foram registradas 1.962 mortes em função das variações do vírus influenza. Este número caiu de forma considerável no ano passado, quando houve redução de 82,4% nos óbitos, mas a preocupação continua sendo grande, já que em vários estados do país há registros de avanço da epidemia.

 

A meta do Ministério da Saúde é a de imunizar mais de 60 milhões de brasileiros. O público alvo inclui portadores de doenças crônicas, idosos a partir de 60 anos, crianças entre 6 meses e 5 anos, trabalhadores da saúde, professores, indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade (adultos e adolescentes) e funcionários do sistema prisional.

 

Conforme a coordenadora de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Guaraí, Dayane de Holanda, pouco mais de 5.300 pessoas estão inseridas dentro do público alvo local. Entre os grupos prioritários, aqueles que mais preocupam são os das crianças entre 6 meses e 5 anos, seguindo das gestantes e puérperas. Nestes casos foram imunizados menos de 40% do total previsto.

 

Situação da epidemia no Tocantins:

 

Até o momento, a Secretaria Estadual da Saúde (SESAU) confirmou apenas três casos de Influenza no Tocantins, além de um óbito. Os três casos notificados foram identificados nos municípios de Pium e Palmas. Já a única vítima fatal diagnosticada com o vírus em todo o Estado é da cidade de Lagoa do Tocantins. Trata-se de uma mulher de 44 anos que faleceu em abril deste ano.

Compartilhe: