Foto: Ilustração/Internet - Vale destacar que em 2016 foram registrados 10 roubos a bancos e carros-fortes em todo o Tocantins. No ano seguinte foram mais 12 registros do tipo, contra 06 em 2018 e 04 em 2019.

2020 termina sem nenhum registro do crime conhecido como “novo cangaço” no Tocantins

06/01/2021 21:07 - Marcelo Gris

Conforme balanço divulgado pela Polícia Civil do Tocantins nesta quarta-feira (06/01), o ano de 2020 terminou sem nenhum registro do crime conhecido como “novo cangaço” no Estado, ação normalmente praticada por grupos criminosos fortemente armados, que visam atacar instituições financeiras e carros-fortes.

 

Vale destacar que em 2016 foram registrados 10 roubos a bancos e carros-fortes em todo o Tocantins. No ano seguinte foram mais 12 registros do tipo, contra 06 em 2018 e 04 em 2019. Em 2017, quando houve o pico de ações destes grupos, Guaraí também foi atacada, tendo como alvo uma agência do Branco do Brasil.

 

Para o delegado Eduardo Menezes, titular da 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (1ª DEIC), sediada em Palmas e que investiga este tipo de crime, isso é resultado do trabalho de investigação e desarticulação dos principais grupos atuantes em território tocantinenses nos últimos 12 meses.

 

“Esta complexa e minuciosa coleta de dados foi materializada durante as operações Guerra Justa e Américo Gama, ambas deflagradas pela Polícia Civil do Tocantins no ano passado. Por meio deste trabalho foi possível desarticular as duas principais organizações atuantes no Estado”, destacou o delegado.

Deixe seu comentário:

Notícias Relacionadas